Transições ecológicas no banho: como se adaptar ao shampoo sólido?

Transições ecológicas no banho: como se adaptar ao shampoo sólido?

Aqui na Yamuna percebemos que durante a pandemia muita gente iniciou sua transição de shampoos e condicionadores sintéticos para os shampoos em barra naturais e biodegradáveis. Junto com estes clientes e amigos que ganhamos, começaram as muitas dúvidas e incertezas neste processo. É pra resolver estas dúvidas que escrevemos este texto e vamos manter sempre atualizado. Você pode também compartilhar sua experiência na transição dos shampoos conosco, e se você ainda não faz parte desta revolução dos produtos sólidos e naturais quem sabe não está na hora de se engajar?

O que são shampoos sólidos?

Shampoos sólidos são sabonetes com uma formulação diferenciada para o uso nos cabelos. A base de óleos vegetais por até ser a mesma, mas a quantidade de cada um vai tornar a fórmula mais nutritiva e com um ph mais equilibrado.

Usar shampoo sólido ou em barra não tem nada haver com lavar o cabelo com sabonete. Com exceção dos shampoos NSP (não saponificados), todo shampoo sólido pode ser usado como sabonete, mas nem todo sabonete pode ser usado como shampoo sólido. Importante saber que estamos falando exclusivamente dos sabonetes e shampoos naturais.

Antes de ir para o que interessa, quero dizer que shampoo sólido não é novidade, shampoo líquido de lauryl 'de marcado' sim. Nossos antepassados ainda não sabiam como transformar petróleo em substâncias como o lauryl há 100 anos atrás, mas há pelo menos 2.000 anos já se faz sabão de azeite de oliva e coco. 

Transições ecológicas no banho: como se adaptar ao shampoo sólido?

Porque usar shampoo sólido natural*?

  1. Minimalismo e lixo zero. Dê adeus às dezenas de embalagens plásticas no seu banheiro. 
  2. Amor às águas e à vida. Shampoos sólidos são biodegradáveis, ou seja, não poluem nem comprometem a vida nos rios, lagoas, mananciais e mares. 
  3. Autoconhecimento: você vai redescobrir a verdadeira natureza do seu cabelo para além dos padrões impostos. Se você estiver na luta  pela libertação da vaidade nociva imposta pelo patriarcado às mulheres este porque fará muito sentido. Isso vale se você for homem, mulher ou andrógeno.
  4. Verdade e clareza na relação com o consumidor: quem produz este tipo de "produto" somos nós artesãos, que trabalhamos com as mãos, em pequenos lotes e mão de obra familiar e humanizada.
  5. Composição: um NÃO bem grande a produtos sintéticos, petroquímicos e outros cancerígenos. 

 *uso aqui o "sobrenome" natural pois existe no mercado shampoos sólidos que não são naturais a base de lauryl. Esta substância não é biodegradável. Falo mais sobre este tema estre outros relacionados neste post aqui. E se você que entender melhor o tema do lauryl tem este texto aqui. 

Transições ecológicas no banho: como se adaptar ao shampoo sólido?

A transição para o shampoo natural - principais dificuldades

Primeiro você precisa saber que esse período de transição do sintético para o natural é bem delicado e pode ser bem difícil também. Você vai ter que ir se abrindo para os efeitos e curas do processo que vão desde a regulação da secreção das glândulas sebáceas do couro cabeludo até a desconstrução do modelo ideal de cabelo imposto pela indústria que carregamos. Tem pano para a manga nisso viu? 

A primeira dica é: não desista!! Eu uso shampoo sólido há quase 10 anos, meus filhos nunca usaram outro tipo de shampoo e temos três tipos de cabelos aqui em casa: cacheados médios, liso oleoso e liso seco. Sucesso em todos os casos, e aromas impressionantes.

Quanto tempo leva a transição?

Pode levar de 6 semanas a 1 ano, se você usar o shampoo saponificado tradicional. 

Porque demora?

Demora por dois fatores principais:

1. Acúmulo de materiais sintéticos como parafina e silicone nos fios. O shampoo sólio não consegue remover esses sintéticos de imediato, por isso eles precisam de tempo para irem embora sozinhos, mas você pode acelerar o processo fazendo a limpeza com bicarbonato ou óleo ou as duas. Ensino isso no final deste post.

2. Regulação do sebo

Se você é da turma que lava os cabelos todos os dias pois tem cabelo oleoso e "come" shampoo, talvez este seja a parte mais complicada do processo. No final, você pode vir a perceber que seu cabelo não é oleoso não, ele estava com a produção de sebo desregulada. 

O sebo é uma cera oleosa que é produzida para proteger o couro cabeludo e nutrir os fios naturalmente. Acontece que se você está há anos utilizando um shampoo sintético excessivamente detergente, certamente ele desregulou tudo lá em cima e quando você começa a usar um shampoo natural parece que o cabelo logo fica oleoso. O shampoo natural limpa de uma maneira bem mais suave e com o tempo o couro cabeludo vai entendendo esta nova demanda e se auto regula na produção de sebo. Por isso que quanto mais você lava o cabelo, mais ele precisará ser lavado. Com o sebo reguladinho, pessoas com cabelos secos e/ou cacheados precisam lavar 1-2 vezes por semana enquanto pessoas com cabelos normais ou oleosos a cada 2 ou 3 dias. 

Não desista! Comece lavando o cabelo dia sim, dia não, se preciso use uma faixa ou turbante para ajudar a disfarçar a oleosidade e depois aumente a pausa de limpeza. 

Se você já se adaptou ao shampoo sólido natural e quer lavar o cabelo todos os dias, ok! O espaçamento pode ser também uma questão de economia para sua preciosa barrinha durar mais. No final do texto tem dicas para aumentar a durabilidade.

Principais problemas na transição 

1. Cabelo muito oleoso, socorro! Calma, vai passar, dê tempo para suas glândulas sebáceas se auto regularem. Espace as lavagens, isso vai ser essencial para acelerar a regulação do óleo no couro cabeludo.

2. Cabelo pesado - hummm.. isso acontece por dois motivos:

Primeiro pode ser o tipo do shampoo sólido, se você tiver um cabelo oleoso não tem como usar um shampoo para cabelos secos, então fique atento à fórmula e peça orientações ao produtores. Segundo, resíduos grudados e acumulados de silicone outros derivados de petróleo sintéticos nos fios. Neste caso, é muito importante que, se você usa um condicionador, escolher um natural sem estes ingredientes, caso contrário o efeito cumulativo só vai piorar. Lembra que falei lá em cima que o shampoos naturais não conseguem remover estes químicos do cabelo? Vale apena fazer um "detox" com bicarbonato e vinagre para acelerar o processo (já vou ensinar abaixo).

3. Cabelo embaraçado, fios colados, com sensação de melado ou sem movimento

Se esta sensação está somente nas pontas ou abaixo da raiz  você precisa usar um condicionador / rinse natural que pode ser em barra ou liquido (também natural) ou mesmo um enxágue vinagre de maçã com água. Se está também na raiz, somente o vinagre já deve resolver, neste segundo caso aplique no cabelo inteiro. Lá no fim do post tem a receita.

Porque o vinagre no cabelo?

Este lindo é um coringa e a explicação para ele deixar os cabelos brilhantes e soltinhos é bem simples. Quando o shampoo entra em contato com cabelo ele abre as cutículas ou fibras do fio, deixando ele limpinho e exposto. Já o vinagre é um ácido leve, que em contato com o cabelo faz com que as cutículas do cabelo fechem e fiquem lisinhas. Por isso o cabelo fica soltinho e brilhante. A função do vinagra é regular o ph após a lavagem.

Porque condicionador no cabelo?

A mesma lógica do equilíbrio de ph se aplica aos condicionadores e cremes. Óleos são ácidos graxos, que fecham e selam as cutículas do cabelo, mas além de ter esse efeito são ricos em vitaminas e nutrientes que também vão alimentar e nutrir os fios.   

Condições especiais

Frizz

E aqueles cabelinhos arrepiados em cima do cabelo?  Primeiro quer dizer que isso de não ter cabelo arrepiado é mais uma forma de controle do sistema em nossos corpos e cabelos. Mas se isso te incomoda muito será imprescindível o uso ou de um condicionador ou do enxágue com vinagre. Lavar o cabelo com menos frequência também ajuda muito. Cabelos cacheados podem usar ambas as práticas, primeiro um enxague com vinagre e depois um condicionador para finalizar.

Cabelos Grisalhos

A primeira coisa que você precisa saber é que o cabelo branco é mais seco pois tem menos nutrientes ao longo do fio. Esses nutrientes é que fazem a cutícula do cabelo ficar mais fechadinha. Então só um enxague com vinagre não vai resolver. Se seu cabelo é grisalho ou branco faça máscaras de nutrição pelo menos duas vezes ao mês com óleo de coco, por exemplo, e use sempre um condicionador natural no comprimento até as pontas após a lavagem com shampoo. Lembrando que você deve dar preferência a shampoos sem pigmentos minerais pois eles podem manchar o cabelo.

Cabelos com química

Se seu cabelo tem química e/ou foi descolorido com certeza perdeu nutrientes no processo e você vai se encaixar na mesma condição dos cabelos grisalhos, vale ler acima. Acontece que muitas vezes que tem química acaba tendo um cabelo misto, mais difícil de cuidar, como os de raiz oleosa e pontas secas. Se este é o teu caso, ajuda muito realizar uma limpeza profunda só na rais uma vez ao mês diluindo um pedacinho do shampoo em barra em água morna e com a ajuda de um pedaço de pano ou gaze ir esfregando somente a raiz. Máscaras com óleos vegetais a cada 15 dias e condicionador natural nas pontas sempre após a lavagem.

Dicas para durabilidade da sua barrinha de shampoo

  • Corte sua barrinha ao meio e use um pedaço cada vez, principalmente se você tem crianças (que deixam eles jogados no box muitas vezes)
  • Se você costuma usar seu shampoo como sabonete experimente não esfregar a barrinha no corpo e sim fazer a espuma na mão e passar nos locais a espuma prontinha, dessa forma não vai indo tudo ralo abaixo.
  • Use uma saboneteira drenada (que não acumula água) e deixe longe do alcance da água do chuveiro.
  • Reavalie a necessidade de lavar o corpo inteiro se ele realmente não está sujo. Como assim? O ideal seria não ficar esfregando o sabonete no corpo inteiro sem medo do fim, removendo a oleosidade natural que protege a pele. As partes que realmente precisam ser lavadas - as que acumulam mais cheiro, são as áreas com pelos. O restante do corpo limpa fácil somente com água. Fica a dica. 

Como fazer o "detox" no cabelo com bicarbonato e vinagre?

Esse detox além de ajudar a remover os resíduos de produtos sintéticos acumulados vai ajudar a remover a oleosidade e tratar a caspa. Fácil e simples, bora lá?

Ingredientes:

  • 1 colher de sopa bicarbonato de sódio,
  • 2 colheres de sopa de vinagre de maçã orgânico,
  • 150ml + 150ml de água (dois copos)
  • 3-5 gotas de óleo essencial de sua preferência (opcional),
  • Borrifador ou gaze/paninho de algodão.

Mãos à obra:

  1. Misture bem até diluir o bicarbonato em 1 copo (150ml) de água. Facilita muito utilizar um borrifador para aplicar a mistura, senão pode usar gaze ou um pedaço de pano e ir aplicando aos poucos. Se sua intensão é apenas reduzir a oleosidade, aplique somente na raiz mas se queres remover resíduos cosméticos aplique no cabelo inteiro. Use todo o preparado em apenas uma aplicação e massageie bem o couro cabeludo. 
  2. Deixe agir por 1 minuto e depois remova com muita água, até sair tudinho. Pronto, seu cabelo está limpo mas a cutícula está aberta, por isso o próximo passo do vinagre é indispensável.
  3. Limpe bem o borrifador e misture o vinagre com a água e o óleo essencial se decidir usar. O óleo essencial ajuda a melhorar o cheiro, pois muita gente não gosta do vinagre. Use tudinho também. 
  4. Pronto! Agora é só enxaguar.

Muito importante: a lavagem constante do cabelo com bicarbonado e vinagre por causar danos aos fios, deixando-os frágeis. Lá em cima eu expliquei que o sabão abre a cutícula do cabelo e o vinagre fecha. O processo com o bicarbonato é parecido só que bem mais intenso, por isso ele consegue remover resíduos sintéticos impregnados nos fios. Então não assuma o detox como sua rotina diária ou mesmo semanal combinado?  

Tempo entre um detox e outro: 30-40 dias no mínimo.

 

Onde comprar Shampoo em Barra e Condicionadores?

Nós somos fabricantes desde 2010 de shampoos e sabonetes, e nos útimos anos também de condicionadores. Produzimos em pequenos lotes, com óleos essenciais puros e ingredientes orgânicos.

Você pode comprar shampoos em nossa loja virtual www.yamuna.com.br ou clique aqui.

 

Pra finalizar este texto, faço um convite à reflexão:

De acordo com a Fundo Mundial para a Natureza, no último dia 22 de agosto de 2020, o nossa casa-nave-mãe-planeta chegou na data limite da sobrecarga para este ano de 2020, mas o que significa isso na prática?

Bom, imagine que você precisa cozinhar para 10 pessoas, mas juntando tudinho que você tem em casa na geladeira, na despensa e na caixa d'água só tem o suficiente para preparar alimento para 7 pessoas.

Em escala global, nós enquanto humanidade consumimos em 8 meses 100% dos recursos que a terra tem capacidade para produzir e regenerar no período de 12 meses. Esse relógio é responsabilidade de todos nós.

O maior poder de parar isso é revendo nossos hábitos de consumo e reduzindo fortemente o lixo. Nosso poder está na escolha, pois nossa escolha gera impacto ambiental. Por isso é tão necessário que todos iniciemos o quanto antes nossas transições ecológicas, em tudo que consumimos.


2 comentários

  • Fernanda Moraes Lievore

    Adorei esse conteúdo! Parabéns pelo belíssimo trabalho. Me identifico demais com essa linha de raciocínio. Obrigada!
    Um grande abraço,
    Fernanda

  • Miriam Bordignon Comis Blanco

    Prezada Daiane e família! Encantada com as informações e com a consciência ecológica. Um forte abraço!


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados